Cisto de Ovário

O cisto no ovário, também conhecido como cisto ovariano, é uma bolsa cheia de líquido ou de partes sólidas que se forma dentro ou ao redor do ovário, podendo provocar dor na região pélvica.

Ter um cisto no ovário, na maioria das vezes, não é grave porque é uma situação comum que acontece em muitas mulheres entre os 15 e os 35 anos de idade, podendo surgir várias vezes ao longo da vida.

Tipos de cisto ovariano

  • Cisto folicular: é um tipo de cisto benigno, que  forma quando não há ovulação. Considerado um cisto comum e relacionado ao ciclo feminino, tende a desaparecer ao longo do tempo.

  • Cisto de corpo lúteo: um cisto também relacionado ao ciclo menstrual, ele ocorre quando há ovulação. Neste caso, pode adquirir tamanhos maiores que os foliculares. Quando há dores ou crescimentos exagerados, a cirurgia pode ser indicada. Em casos simples, o uso de medicamentos para dores ou contraceptivos para evitar a ovulação são boas formas de tratamentos.

  • Cisto hemorrágico: é um acúmulo de sangue dentro ou ao redor do ovário. Pode provocar dores importantes. Geralmente desaparece com o tempo ou em determinados casos a cirurgia é necessária.

  • Cisto dermóide ou teratoma: este cisto também é chamado de teratoma maduro ou em raros casos de imaturo, este último apresenta uma característica não benigna. Formado a partir das células germinativas,  ou células primitivas, ele contém restos de fragmentos que podem ser gordura, dentes, ossos, cabelos. O seu tratamento é sempre cirúrgico e pode ser tratado pela laparoscopia.

  • Fibroma ovariano: é um tumor ovariano comum em pacientes na menopausa. Geralmente não apresenta conteúdo liquido, e sim sólido. Sempre é indicativo de tratamento cirúrgico.

  • Endometrioma ovariano: é a endometriose que compromete os ovários. Neste caso o tratamento pode ser com auxílio de medicamentos ou cirurgia laparoscópica, a depender de cada caso.

Sintomas do Cisto de Ovário

Os sintomas relacionados aos Cistos de Ovário apresentam relação com a origem da sua formação.  Eles podem ser assintomáticos e nào causarem nenhum sintoma, passando desapercebido, e outras vezes podem causar:

- Dores

- Dores para ter relação sexual

- Dores no período ovulatório

- Febre

- Dores abdominais ou na região pélvica intensas

- Distensão abdominal

Tratamento para o cisto ovariano

O tratamento para os cistos ovarianos também dependerá do tipo de cisto que você apresenta. Os cistos que possuem correlação com o ciclo menstrual se beneficiam do tratamento com medicações que suspendam a ovulação.

Cistos com sinais suspeitos, que causam dor ou que adquiram tamanho específicos devem ser removidos cirurgicamente. 

A laparoscopia é um excelente método por promover uma cirurgia minimamente invasiva, rápida recuperação e grande precisão no tratamento.

Agende sua consulta

Preencha os dados do formulário que retornaremos o contato

"A excelência é um horizonte"